Prevenir | PRÓ-BEM
Associação, non-profit,
21728
page,page-id-21728,page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,ajax_updown_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.4,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive
 

PRÓ-BEM

Porque ser feliz não tem idade!
probem
Como tudo começou
Pró-Bem

A construção do programa de 1 ano designado PRÓ-BEM baseia-se no pressuposto de que o desenvolvimento da pessoa, nas diferentes áreas que a compõem, se prolonga até ao fim da vida; neste sentido, pretende dar resposta a problemas como: a perda de autonomia dos idosos, o isolamento social, a debilidade física, a falta de autoestima, dificuldade de gestão emocional (luto e  depressão) e o difícil acesso a serviços de saúde e/ ou de apoio social.

Intervenção

Público-Alvo

Idosos

Idosos que frequentam centros de dia, centros de convívio, lares, universidades sénior.

Técnicos e Auxiliares

Técnicos que intervêm diretamente com os idosos e famílias.

Famílias

Familiares e cuidadores que estão presentes no dia a dia do idoso.

Metodologia da Prevenir

roadmap_final

Avaliação

Impacto Social

O Programa ultrapassou os impactos pretendidos no que respeita aos técnicos, tendo contribuído ativamente para o conhecimento dos técnicos sobre as temáticas desenvolvidas, mas acima de tudo dotou-os de metodologias para trabalhá-las com os idosos.

Nos idosos enquanto beneficiários principais do programa, no que concerne aos aspetos relacionados com o envelhecimento ativo, verifica-se uma melhoria considerável  no envolvimento dos idosos nas atividades, no cuidado da sua saúde, na aquisição ou reforço de hábitos de vida saudáveis, no relacionamento com os pares), o grau de dependência dos idosos também melhorou, bem como a sua qualidade de vida dos idosos aumentou.

Quanto ao envolvimento das famílias, os dados são menos favoráveis e mais difíceis de controlar. No entanto, os próprios técnicos, reconhecessem que as famílias perceberam diferenças nos comportamentos e atitudes dos idosos face à sua saúde e que estas se mostraram mais próximas da instituição querendo saber mais sobre os seus entes queridos e o seu quotidiano.

Diversidade de estratégias e eficácia por parte dos técnicos para lidarem com determinadas situações mais complicadas0

Reforço da participação da família no quotidiano do idoso e/ou instituição0

Aumento de competências trabalhadas nos idosos0

O que pode fazer

Formação

Professores, Educadores e Técnicos

Inscreva-se

Voluntariado

“Uma mão lava a outra, as duas lavam o rosto”

Inscreva-se