“Nino e Nina: Programa de Competências” chega pela primeira vez a Huelva – Andaluzia.
Associação, non-profit,
22958
post-template-default,single,single-post,postid-22958,single-format-standard,stockholm-core-1.0.6,woocommerce-no-js,select-theme-ver-5.1.4,ajax_updown_fade,page_not_loaded,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.2,vc_responsive

“Nino e Nina: Programa de Competências” chega pela primeira vez a Huelva – Andaluzia.

A Delegação Espanhola da Associação Prevenir recebeu no passado mês de novembro, um subsídio da Delegación del Gobierno para el Plan Nacional sobre Drogas – Ministerio de Sanidad, Consumo y Bienestar del Gobierno de España para o desenvolvimento do programa de intervenção precoce “Nino e Nina” nas Canárias e Andaluzia.
Graças ao subsidio recebido e ao apoio de outras Entidades como a Consejería de Educación del Gobierno das Canárias, la Diputación de Huelva, às Câmaras Municipais de Orotava, Puerto de la Cruz, Santa Cruz de Tenerife e à empresa EMMASA, mais de 2.600 crianças de centros de educação infantil de Huelva, Fuerteventura e Tenerife irão aprender com o Nino e a Nina estratégias para promoverem o Autocontrolo e a Disciplina, desenvolverem a sua Inteligência Emocional, aumentarem a sua Autoestima e as Competências Sociais, de forma a para facilitar a transição a Educação Primária e para reduzir futuros comportamentos de risco como: abandono escolar, violência, bullyng e consumo de drogas, etc.
O programa congrega diferentes ações entre elas a formação dos educadores de infância como agentes estratégicos. Neste sentido, o passado dia 11 de fevereiro, 48 professores de 8 centros educativos de Pré-escolar de Huelva, receberam a primeira sessão de formação do programa e receberam o seu material.

Ainda na manhã do dia 11 de fevereiro, a Diputación de Huelva organizou uma conferência de imprensa na qual o Deputado Provincial da Previdência Social, Salvador Gómez, e a Coordenadora da Delegação Espanhola da Associação Prevenir, Lorena Crusellas, intervieram para apresentar o programa os meios de comunicação.

A Associação Prevenir agradece a forma como nos receberam e o interesse demonstrado pelos educadores neste programa, porque estamos conscientes do esforço que cada um deles fará para incorporar um novo projeto nos seus centros educativos. MUITO OBRIGADO a todas as entidades e as pessoas que dão valor e importância à intervenção precoce.

 

Associação Prevenir – A mudar comportamentos desde 2002!

No Comments

Post a Comment